Gestão

Tire 5 principais dúvidas sobre sistemas de gestão da inovação

MRG Tecnologia
Escrito por MRG Tecnologia

Você já parou para avaliar como um sistema de gestão da inovação pode contribuir para o sucesso do seu negócio? A inovação é tônica do mercado moderno, de modo que estar atualizado com as novas tendências, metodologias e tecnologias mais atuais é um passo importante para gerar vantagens competitivas relevantes.

A intransigência e alta competitividade do mercado formam um dos cenários mais estimulantes para a inovação. Isso porque, com tantas empresas oferecendo produtos e serviços semelhantes — ou muitas vezes idênticos —, se diferenciar torna-se uma necessidade, um fator de sobrevivência.

Nesse cenário, negócios precisam se reinventar e se diferenciar dos demais, a partir de ofertas mais aderentes ao público e ainda mais atrativas. Além disso, precisa buscar, por meio da inovação, caminhos para reduzir custos, aumentar a qualidade das suas entregas e, assim, se tornar mais competitiva. Nesse ponto, um sistema de gestão da inovação pode fazer toda diferença.

Sabendo disso, preparamos este artigo para esclarecer as 5 principais dúvidas sobre os sistemas de gestão da inovação e mostrar como essa ferramenta pode agregar valor ao seu negócio. Acompanhe!

1. No que consiste um sistema de gestão da inovação?

Um sistema de gestão da inovação tem por trás o ideal de sistematização do processo de inovação da empresa. Ou seja, é uma ferramenta utilizada para estruturar as diferentes etapas desse processo, tornando-o mais padronizado, gerenciável e eficiente em termos de resultados efetivamente gerados.

O sistema trabalha em conjunto com diferentes ferramentas digitais de gestão, de processos e, também, de insights, integrando essas diferentes frentes e auxiliando na geração de ideias que podem ser trabalhadas e, então, serem transformadas em processos inovadores.

2. Para que um sistema de gestão da inovação serve?

Na prática, o sistema de gestão da inovação tem como objetivo aumentar a performance e qualidade dos processos de inovação da empresa. Por meio de uma leitura e estudo prévio acerca da estrutura, objetivos, limitações, potencialidades e modelo de negócio da companhia, o sistema consegue alinhar melhor os processos à sua realidade interna.

Dessa forma, a inovação pode acontecer de maneira mais linear e fluida, garantindo ainda mais aderência entre as ideias a serem trabalhadas e o modelo de negócio da empresa, levando-se sempre em consideração as pessoas, os recursos disponíveis, o índice de maturidade digital, capacidades e limitações do negócio.  

3. Como o sistema funciona na prática?

Diferentemente do que muitos imaginam, inovar não é simplesmente criar algo. Na realidade, no contexto corporativo, a inovação tem uma acepção ainda mais ampla, pois se relaciona com a forma como um insight, uma ideia, pode se transformar em ação, em algo palpável e que realmente seja capaz de agregar valor para a empresa.

O sistema de gestão da inovação da MRG Tecnologia, nesse sentido, funciona como uma “incubadora de ideias”. Ele organiza pessoas, processos e recursos de forma estratégica. Na prática, o sistema de inovação MRG consiste em fazer a modelagem do negócio e dos setores da companhia e das pessoas. Definir o que é propósito, o que é o modelo de negócios da empresa e como se trabalha um insight ou um ciclo de inovação baseado nesse modelo que foi definido.

Depois disso, a mesma metodologia é implementada para promover a transformação digital. A MRG oferece todo suporte à empresa, explicando como a transformação deve ser iniciada — o que é feito por meio de workshops, para mostrar os impactos baseados no modelo atual e traçando metas para o futuro. Após 3 ou 4 dias de workshop essas informações são passadas.

Além disso, a MRG disponibiliza um outro serviço, que seria uma espécie de consultoria sobre a melhoria do produto. Por meio de ferramentas e expertise na área, podemos mensurar qual o impacto do produto criado no atual modelo de negócios e qual o modelo de negócios ideal para esse novo produto ou vice-versa.

Por fim, temos o sistema de gestão da inovação. Com a empresa sendo certificada segundo a ISO 56002, temos a modelagem de negócios ideal para transformação digital no conceito de indústria 4.0 e, juntamente, a modelagem de produtos e inovações incrementais. 

4. Que benefícios ele pode trazer aos negócios?

Na realidade do mercado atual, o sistema de gestão da inovação pode agregar uma série de vantagens à empresa que opta por implementá-lo. Inicialmente, o ponto principal talvez seja o reforço à competitividade. A partir de uma compreensão mais profunda e estratégica acerca do seu modelo de negócios e sua estrutura, a empresa pode otimizar suas ações de inovação, priorizando-as e viabilizando-as da maneira mais eficiente possível.

A exemplo, talvez uma empresa necessite mudar sua estrutura de forma considerável. Contudo, não dispõe de recursos nem de maturidade digital suficiente para dar um grande salto. Com o sistema, no entanto, é possível planejar essa mudança a partir de etapas menores, as quais convergirão, no tempo certo, na mudança necessária para a empresa aumentar seu marketing share ou reduzir os seus custos.

No mais, o sistema de gestão da inovação estabelece um padrão criativo para o negócio, colocando-o em uma crescente de transformação. Nesse sentido, nenhuma ideia é negligenciada sem o devido estudo, nenhum insight é perdido sem que se avalie a sua viabilidade e potencialidade de gerar resultados.

Ou seja, o sistema, de forma ampla, além de estimular a inovação por meio da promoção de uma cultura focada nesse aspecto, oferece ferramentas para que nada seja subaproveitado ou perdido nesse processo.

5. No que um sistema se diferencia da gestão de inovação como um todo?

A gestão da inovação, sobretudo no cenário atual, tem um papel decisivo no crescimento e longevidade das organizações. Contudo, esse conceito ainda tende a ser muito aberto, abarcando diferentes ações e estratégias com objetivos semelhantes: gerar insights com potencial para transformação do negócio.

No entanto, o sistema de gestão da inovação vai além. Na prática, esse sistema busca caminhos para racionalizar as ideias, trabalhando-as de maneira mais estratégica e pontual, dentro da realidade da empresa e em conformidade com o seu modelo de negócio. Para isso, a MRG faz um diagnóstico de maturidade digital, avalia os recursos disponíveis e o nível de informatização da empresa, além da sua cultura organizacional, tudo para fomentar a inovação de forma ainda mais precisa e efetiva.

Assim, o que se percebe é que o sistema traz mais operabilidade ao conceito de gestão da inovação, viabilizando ações práticas e que, de fato, podem agregar valor para a empresa. Nesse ponto, a MRG é capaz de otimizar o processo de gestão da inovação a partir da sua sistematização em etapas:

  • diagnóstico;
  • avaliação da organização;
  • proposta de ações;
  • definição do escopo de viabilidade;
  • implantação das ações de transformação e gestão dos resultados.

Por fim, embora muitas dúvidas ainda pairem sobre a mente de líderes e gestores empresariais a respeito do sistema de gestão da inovação, como vimos, o seu objetivo é simples: fomentar os processos inovadores e aproveitar ainda mais o potencial criativo dos negócios, gerando mudanças de forma produtiva.

A MRG Tecnologia pode simplificar todo esse processo na sua empresa e viabilizar a transformação necessária para uma atuação competitiva no mercado. Para saber mais, entre em contato conosco hoje mesmo e coloque a sua empresa no caminho certo para inovação!

Sobre o autor

MRG Tecnologia

MRG Tecnologia

Deixar comentário.

Share This