Gestão

O que é o índice de maturidade digital e qual sua importância?

MRG Tecnologia
Escrito por MRG Tecnologia

O índice de maturidade digital é uma das métricas mais importantes para as empresas. Essa estimativa indica o quanto um negócio foi impactado pela transformação digital e dá a gestores indícios do que deve ser feito para avançar para a próxima etapa.

Trata-se de uma maneira de entender como a tecnologia é utilizada pela organização e de torná-la uma parceira estratégica. No artigo de hoje, você entenderá o que é o índice de maturidade digital, como ele é mensurado e que impacto tem na implantação da indústria 4.0. Vamos lá?

O que é o índice de maturidade digital?

Para falar em índice de maturidade digital precisamos, antes de tudo, falar sobre transformação digital. A transformação digital é a implementação de novas tecnologias nas organizações para simplificar processos, automatizar áreas do negócio e torná-lo mais eficiente e conectado. 

Por se tratar de uma mudança estrutural, a jornada de transformação não acontece do dia para a noite e vai muito além do emprego de uma tecnologia ou recurso novo. É aí que entra o índice de maturidade digital: uma forma de avaliar o quanto ela já impactou uma empresa e o que precisa ser feito para que, nos próximos períodos, o negócio se torne cada vez mais digital.

Curioso para entender como o índice funciona? Existem cinco etapas de maturidade digital descritas pelos especialistas. A ideia é de que há negócios mais e menos avançados em relação ao uso de tecnologia e que todos devem almejar a quinta etapa, mas essa classificação não segue o formato de linha do tempo.

Uma empresa pode nascer hoje já na quarta ou quinta etapa da transformação digital, por exemplo. Abaixo, você confere cada estágio e as características deles.

Primeiro estágio

O primeiro estágio da maturidade digital é o mais fácil de se atingir. É aquele momento em que a empresa já adotou pelo menos uma solução digital para fazer o trabalho que sempre fez, de maneira mais eficiente. 

A implementação de um sistema de gestão de estoque, sem que haja nenhuma mudança estrutural em como as coisas são feitas dentro do negócio, é um sinal de que ele está nesse estágio.

Segundo estágio

O segundo estágio é mais complexo e indica que a organização não só adota tecnologia, mas faz o possível para que os recursos utilizados conduzam à inovação interna. Não houveram mudanças significativas nos processos como um todo, mas ela está a caminho.

Essa é a fase em que a maioria dos negócios está: eles contam com software e estão trabalhando para que seus processos sejam mais eficientes com ajuda do departamento de TI, mas ainda não estão completamente informatizados.

Terceiro estágio

No terceiro estágio, a tecnologia é parte de tudo que acontece na empresa e é vista como um recurso estratégico. Os processos já são mais eficientes e times colaboram de maneira natural, sendo que a TI é responsável por mudanças profundas em como o negócio funciona. Há equipes dedicadas à transformação digital, e investimentos nisso são feitos periodicamente.

Quarto estágio

O quarto estágio é atingido por empresas que já estão integralmente baseadas em tecnologia e inovação. 

Corporações que vendem um conceito que é impossível sem tecnologia e negócios com modelos digitais, como Uber e Airbnb, elas já nasceram no quarto estágio, mas organizações como a Netflix (que inicialmente enviava DVDs para seus clientes pelos Correios, nos Estados Unidos) são exemplos de que é possível avançar até aqui.

Quinto estágio

O último estágio, até então, é visto como o momento em que empresas renovam-se e adaptam-se regularmente às mudanças ao seu redor com ajuda de tecnologia. Google e Apple são organizações que estão mais próximas daqui.

Como medir esse índice?

Agora que você já sabe o que é o índice de maturidade digital e como ele informa a gestão, é hora de aprender a calculá-lo. Confira o passo a passo!

Passo 1: crie um mapa estratégico de sua presença digital

Para medir a maturidade digital do negócio, comece criando um mapa estratégico da presença digital dele. É necessário, nessa etapa, estabelecer quais são os objetivos estratégicos de cada área do negócio e estudar a relação de causa e efeito entre a implementação de cada tecnologia e os resultados obtidos por um departamento.

Passo 2: defina os indicadores do IMD

Para quantificar o índice de maturidade digital, ou IMD, será preciso olhar para o mapa de maturidade digital e determinar as KPIs que podem mensurar a conclusão daqueles objetivos estratégicos. Nessa etapa, não é importante apenas identificar o que deve ser quantificado, mas também definir metas para que, ao longo do tempo, o IMD do negócio avance até chegar ao quinto estágio.

Passo 3: estabeleça um peso para cada variável

Cada uma das KPIs estabelecidas precisa ter um peso na avaliação da maturidade digital. Utilize dados e séries históricas para defini-lo e documente todos esses dados a fim de acompanhar os avanços da transformação digital.

Passo 4: crie um painel de controle

Defina a periodicidade para avaliação das KPIs e crie um painel no qual é possível acompanhar os dados da presença digital da empresa. Ele será utilizado sempre que for necessário consultar o IMD.

Como o IMD gera insights para a indústria 4.0?

Qual a relação entre o índice de maturidade digital e a indústria 4.0? O autodiagnóstico de maturidade é relevante para identificar oportunidades, boas práticas e ferramentas que ajudarão a sua empresa a aplicar a transformação digital na prática. 

Ele é uma ferramenta para informar a gestão, gerando insights que ajudam a traçar um plano para a implementação de novas tecnologias e traz inúmeros benefícios, como:

  • otimização do planejamento estratégico a longo prazo;

  • flexibilização do ambiente de trabalho;

  • criação de novas soluções que aumentam a competitividade do negócio.

A transformação digital é importante para o futuro das empresas, medir a maturidade digital do seu negócio periodicamente ajudará você a entender se ela está avançando.

Será possível perceber, ao longo do tempo, que mesmo ao chegar no quinto estágio da maturação digital, seu negócio precisará continuar se atualizando e investindo em novos recursos. Mas ele terá mais know how para fazê-lo de uma forma que avance a agenda da empresa, o quanto antes utilizar o índice de maturidade digital como parâmetro.

Gostou de conhecer melhor o índice de maturidade digital? Ficou com alguma dúvida em relação a esse conceito? Então, deixe seu comentário neste post!

Sobre o autor

MRG Tecnologia

MRG Tecnologia

Deixar comentário.

Share This