Gestão

Conheça 8 tendências em Transformação Digital

MRG Tecnologia
Escrito por MRG Tecnologia

A era digital muda a forma como pensamos, consumimos e trabalhamos. Por isso, é fundamental que as empresas se adaptem e utilizem a tecnologia para melhorar o desempenho, aumentar o alcance e garantir os melhores resultados.

Seguir as tendências resulta em maior competitividade e espaço nesse novo cenário dos negócios. No entanto, não se trata de apenas de agregar novas tecnologias, mas, sim, de promover uma mudança profunda e significativa. Isto é, uma disrupção na estrutura e organização das empresas.

Desse modo, elaboramos uma lista com as principais tendências da transformação digital e, ainda, explicamos de que forma elas otimizam a performance do seu negócio. Acompanhe!

1. Trabalho remoto

Até bem pouco tempo atrás, as relações de trabalho se resumiam a colaboradores que cumpriam horário fixo de expediente dentro do espaço físico da empresa. Porém, com o tempo, ficou difícil manter essa estrutura e, por esse motivo, foi preciso inovar. Assim, o trabalho remoto ganhou força e cresce desde então.

Há inúmeros funcionários que trabalham na mesma empresa, mas espalhados pelo mundo. Isso não compromete o rendimento. Pelo contrário: por ajudar na qualidade de vida, faz com que os colaboradores tenham um melhor desempenho.

Além disso, o trabalho remoto permite que as empresas contem com os melhores profissionais, e não somente com aqueles localizados na cidade onde está situada ou os dispostos a se mudarem para perto.

2. Business Intelligence

Business Intelligence (BI) é um processo, ou seja, um conjunto de técnicas e conceitos para coletar, organizar, analisar, usar e monitorar dados em tempo real para que os gestores tomem as melhores decisões.

No entanto, depende de softwares robustos para entregar as informações certas para as pessoas corretas no momento adequado.

Logo, é uma forma eficaz de agrupar e explorar informações para identificar vantagens e oportunidades para o negócio. Também permite descobrir falhas em tempo hábil de repará-las.

3. Inteligência Artificial

Um dos principais pilares da indústria 4.0, a Inteligência Artificial (IA) pode ser descrita como a associação de uma série de tecnologias capazes de fazer com que as máquinas interpretem, percebam e ajam de maneira autônoma ou complementem tarefas humanas.

Com a IA, a empresa terá uma base de dados confiável, automatização de tarefas, mais controle dos processos, redução dos custos, aumento da produtividade e, como consequência, maior receita.

4. Internet of Things

A Internet of Things (IoT) ou Internet das Coisas se refere à maneira como os objetos físicos se conectam e comunicam entre si e com os usuários. Isso é possível por meio da instalação de sensores inteligentes que transmitem dados para a uma rede e trocam informações com diversos pontos.

A Internet das Coisas Industriais (IIoT) é considerada uma subcategoria e está voltada ao processo produtivo. Assim, ela possibilita a redução de operações ou as suas paradas, a melhoria do uso dos ativos, diminuição de custos, o aumento da produtividade e a criação de mais oportunidades de negócio.

5. Lean Manufacturing

O termo pode ser traduzido para o português como Manufatura Enxuta e faz referência a uma filosofia da administração cujo objetivo é reduzir os excessos e tornar o processo produtivo mais eficaz. Para tanto, o Lean Manufacturing foca em alguns pontos:

  • tempo de espera;

  • estoque em excesso;

  • transporte;

  • retrabalho;

  • superprodução;

  • excesso de manobras no chão de fábrica;

  • excesso de processamentos.

São analisados os dados referentes a esses processos a fim de observar o que pode ser feito para diminuir os desperdícios e melhorar o funcionamento de cada um.

Ao eliminar as perdas dos pontos acima, há a redução de custos operacionais, o aumento da qualidade dos produtos, a organização e o aproveitamento do espaço físico de trabalho, a diminuição do tempo de produção, potencialização da produtividade e adequação dos recursos à demanda.

6. Digitalização

A digitalização é uma etapa fundamental da transformação digital. Isso porque não há como uma empresa entrar na era indústria 4.0 se os seus processos são analógicos. Portanto, é preciso aderir às tecnologias para coletar, registrar e monitorar todos os eventos do processo produtivo.

Isso torna mais rápido e fácil descobrir problemas, desde o chão de fábrica até o mais alto cargo na indústria, de modo a possibilitar o trabalho preventivo. Ou seja, digitalizar uma empresa é ter controle sobre as causas e os efeitos de cada evento na rotina de produção.

7. Cloud Computing

Os dados coletados precisam ficar armazenados e devem ser acessados com rapidez e, principalmente, segurança. Assim, o Cloud Computing, ou Computação em Nuvem, implica em serviços de armazenamento, banco de dados (Big Data), softwares, servidores e diversos outros recursos por meio da internet.

As informações não são guardadas na própria máquina da empresa, mas em um provedor de soluções que oferece os seus serviços. Com isso, há menos custo, mais velocidade de acesso e desempenho, maior segurança e grande produtividade.

8. Edge Computing

Surgiu para tornar o Cloud Computing mais eficaz. O grande volume de dados na nuvem tende a acarretar alguns problemas, como conexão ruim, insuficiência na rede, tempo de inatividade e alta latência.

O Edge Computing faz com que o processamento seja mais próximo da fonte geradora de dados. Desse modo, entrega os resultados com maior rapidez.

A ferramenta também executa uma pré-análise dos dados, transferindo para a nuvem apenas o que é realmente necessário para o negócio. Isso torna a tomada de decisões mais rápida e com informações que são, de fato, relevantes.

Agora que você já conhece as principais tendências em transformação digital, deve ter percebido a importância de fazer com que a sua empresa busque meios de se enquadrar no conceito de indústria 4.0. Afinal, é isso que garantirá a sua solidez e competitividade frente aos concorrentes.

Tenha em mente que aderir à tecnologia não é mais um diferencial, mas uma necessidade no cenário atual. Contudo, para isso, é fundamental contar com uma empresa de confiança que proporcione soluções tecnológicas para a digitalização de indústrias.

Quer saber mais sobre como melhorar o desempenho e a produtividade do seu negócio? Então, não deixe de ler nosso artigo sobre gamificação em fábricas e conheça os motivos para aplicá-la. Boa leitura!

Sobre o autor

MRG Tecnologia

MRG Tecnologia

Deixar comentário.

Share This